Câmara dos Deputados corta chá dos funcionários

Câmara dos Deputados corta chá dos funcionários

Medida foi tomada por contenção de despesas.

Coluna do Estadão

06 de outubro de 2016 | 07h15

chá vida estilo estadão

Nada de sachês de camomila, hortelã, erva-doce ou boldo. Há cerca de dois meses, a Câmara dos Deputados decidiu cortar, por medida de economia, o fornecimento de chás para seus quase 11 mil funcionários.

Desde então, alguns servidores estão fazendo vaquinha para tomar o chazinho da tarde. O chefe do almoxarifado de consumo da Câmara, Luís Sérgio Marinho, confirmou que o contingenciamento fez o chá sumir das ordens de compras. Mas disse que a situação já foi revertida.

“Atrasou em função do corte de gastos, mas já fechamos um contrato novo. O chá deve voltar na próxima semana”, disse.

 

 

Mais conteúdo sobre:

Câmara dos Deputados