Pesquisa mostra que brasileiros rejeitam medidas extremas

Pesquisa mostra que brasileiros rejeitam medidas extremas

Coluna do Estadão

11 de março de 2020 | 05h00

Foto: Estadão

Pesquisa inédita da Quaest Consultoria indica que os brasileiros são contra a adoção de medidas extremas como solução para os impasses políticos atuais: 50% dos entrevistados são contra fechar o Congresso Nacional, 33% se disseram a favor da medida radical e 17% não quiseram ou não souberam responder. De acordo com o levantamento, a maioria dos pesquisados, 49%, não apoia um eventual impeachment de Jair Bolsonaro, ante 39% favoráveis à abreviação do mandato do atual presidente; 12% não souberam ou não quiseram responder.

Xi… Os brasileiros entrevistados se disseram muito preocupados com o destino do Brasil: 61%. Apenas 20% afirmaram estar otimistas. Isso porque a pesquisa foi feita um pouco antes da turbulência nas bolsas de valores do mundo inteiro, incluindo a de São Paulo.

Alerta total. A Quaest também pesquisou o sentimento em relação ao coronavírus: 44% se disseram extremamente preocupados e 22% afirmaram estar muito preocupados.

3 vezes 3. A percepção quanto ao governo Bolsonaro mudou pouco: 30% o avaliam como positivo, 35% como negativo e 34% consideram a gestão regular (1% não quis ou não soube responder).

Análise. “A pesquisa mostra um presidente de gueto, que se descolou da maioria, que fala pra seu fã-clube, mas que não consegue mais empolgar o eleitor mediano”, diz o cientista político Felipe Nunes, da Quaest.

Metodologia. A Quaest fez mil entrevistas entre os dias 2 e 5 deste mês. O método de coleta foi o painel digital de eleitores (questionário com autopreenchimento). A margem de erro máxima estimada é de 3,1 pontos porcentuais considerando os resultados obtidos no total da amostra. Intervalo de confiança: 95%.

CLICK. “Flagrante” do almoço do presidente do PSL e deputado federal, Luciano Bivar (PE), com o cacique do PL Valdemar Costa Neto em churrascaria de Brasília.

Foto: Coluna do Estadão

Surge… O senador José Serra (PSDB-SP) protocolou projeto para autorizar o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) a prolongar o recebimento do seguro-desemprego em casos de segurados atingidos por situações epidemiológicas de emergência, como o atual caso do coronavírus.

…uma iniciativa. A medida do senador segue recomendações do FMI para que os países adotem políticas públicas específicas no sentido de minimizar os impactos financeiros, econômicos e sociais causados pelo atual surto.

Baixando… No Congresso, o clima é de descrença quanto à estratégia de retomada de crescimento proposta por Paulo Guedes.

…a bola. Entre parlamentares de centro, as reformas ainda são prioridade, mas a avaliação é de que a equipe econômica terá dificuldade para entregar o que mais importa ao povo: emprego

Arena virtual. Depois de baterem boca nas redes sociais, Kim Kataguiri (DEM-SP) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) se esbarraram na Câmara dos Deputados. O líder do MBL tentou falar sobre o entrevero, mas o filho do presidente desconversou e falou para o colega “deixar isso pro Twitter”.

SINAIS PARTICULARES.
Kim Kataguiri e Eduardo Bolsonaro, deputados federais

Ilustração: Kleber Sales

O logo… O governo de São Paulo retomou a obra do trecho norte do Rodoanel em audiência pública que apresentou a licitação de R$ 2 bilhões.

…sumiu. A apresentação foi feita em power point pela Secretaria de Logística e Transportes, com os logos do governo paulista e do DER, que vai administrar a concorrência. O símbolo da desgastada Dersa não apareceu.

PRONTO, FALEI! 

Deputado Marcelo Ramos. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Marcelo Ramos, deputado federal (PL-AM): “Não quero discutir urna eletrônica com o presidente, quero discutir com ele queda na Bolsa, emprego”, sobre Bolsonaro ter dito que houve fraude nas eleições.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.