Bolsonaro ressuscita ‘cola’ de campanha e escreve na mão: ‘Deus’, ‘família’ e ‘Brasil’

Bolsonaro ressuscita ‘cola’ de campanha e escreve na mão: ‘Deus’, ‘família’ e ‘Brasil’

Marianna Holanda e Gabriela Biló

01 de agosto de 2019 | 16h33

Bolsonaro na cerimônia do programa Médicos pelo Brasil. Foto: Gabriela Biló/Estadão

O presidente Jair Bolsonaro, no evento de apresentação do programa Médicos pelo Brasil nesta quinta-feira, 1º, ressuscitou “cola” que usava durante a campanha eleitoral. Escreveu na mão, com sua caneta bic: “Deus”, “Família” e “Brasil”.

Na cerimônia, assim como na época da campanha, usou parte do seu discurso para criticar o PT. Segundo disse, o Mais Médicos tinha o objetivo de formar “núcleos de guerrilha” no Brasil.

Com a “colinha”, Bolsonaro repetiu episódio do debate eleitoral no ano passado, quando escreveu “pesquisas”, “armas” e “Lula” na mão e viralizou. Depois da repercussão, apareceu na entrevista do Jornal Nacional com a cola reformulada: “Deus”, “Família” e “Brasil”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: