Bolsonaro mantém pista livre rumo a 2022

Bolsonaro mantém pista livre rumo a 2022

Alberto Bombig

17 de junho de 2019 | 06h00

Foto: Igo Estrela/Estadão

A maneira como Jair Bolsonaro tem lidado com seus “superministros” e com os governadores não deixa dúvidas entre os observadores mais rodados do Congresso: o presidente trabalha para manter livre o caminho rumo à reeleição. Em episódios recentes, mostrou a Paulo Guedes quem manda  e deixou claro a Sérgio Moro que o destino do ex-juiz agora está atrelado ao do governo. De quebra, não se mexeu para evitar que a batata quente da reforma da Previdência nos Estados caísse nas mãos dos “aliados” João Doria e Wilson Witzel.

Faltou… Não soou bem no governo o fato de Paulo Guedes recentemente ter colocado no mesmo balaio Michel Temer, Flávio Bolsonaro e Sérgio Moro como vítimas de vazamento cujo objetivo é o de atrapalhar a reforma da Previdência.

… legenda. Ninguém entendeu direito se Paulo Guedes quis defender Temer ou lançar uma desconfiança sobre um dos filho do presidente Bolsonaro.

Olhar… O ímpeto com que o ex-ministro do STF Carlos Velloso tem defendido Sérgio Moro chama a atenção dos advogados.

… atento. Carlos Mário Velloso Filho (filho do ex-ministro) é candidato ao cargo de ministro substituto do TSE na lista tríplice que será escolhida no plenário do Supremo.

CLICK. Uma das paixões do novo ministro da Secretaria de Governo, o general Ramos, é dar um rolê de motocicleta. Já passeou junto com o presidente Bolsonaro até.


Caneta.
Tão logo a lista for formada ela segue para as mãos do ministro da Justiça, que a encaminha, com as recomendações de praxe, a Jair Bolsonaro.

Peneira. No primeiro mês de funcionamento, o programa Radar Anticorrupção, uma espécie de compliance no Ministério da Infraestrutura, de Tarcísio de Freiras, já abriu 23 inquéritos e processos.

Peneira 2. Foram identificados fortes indícios de conflitos de interesses, improbidades administrativas, fraudes e peculato. O ministério, um dos maiores orçamentos da Esplanada, já foi alvo de escândalos.

Peneira 3. A subsecretaria responsável pelo programa passou o pente-fino em 148 indicações para cargos comissionados na pasta para verificar a integridade e habilitação dos escolhidos.

Disputa… Nestor Forster ficou sabendo de sua promoção à primeira classe da carreira diplomática numa ligação do próprio chanceler, Ernesto Araújo. Nome da ala ideológica para assumir a embaixada de Washington, ele ganhou uma posição na corrida.

…em curso. Na cerimônia com os demais promovidos, na embaixada em Washington, colegas chamaram atenção para a congratulação mais fofa da noite: a neta de Nestor, de 2 anos, se despediu dele com um “tchau, vovô ‘baxador’”.

Tamo… Para mostrar ao Congresso que está fazendo o dever de casa, o presidente Jair Bolsonaro avalia sancionar a medida provisória 871, de combate às fraudes ao INSS, com toda pompa e circunstância no Planalto nesta semana.

…junto. Vai aproveitar para lançar a digitalização de 90% dos serviços oferecidos pelo INSS. Desde o mês passado, quando foram ampliados os serviços disponíveis online, o tempo médio de espera do cidadão entre pedir a aposentadoria e recebê-la caiu de 148 para 116 dias, ou seja, 22%.

 

Foto: Robson Fernandjes/Estadão

Bombou nas redes
Sem partidos e sem governo a opinião se gruda na esperança: Maia brilha na escuridão celeste. Melhor a chama da democracia que ilusão do grande Chefe.
Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República

 

COM REPORTAGEM DE JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU RICARDO GALHARDO

 

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.