Bolsonaro inicia pente-fino na publicidade governamental

Bolsonaro inicia pente-fino na publicidade governamental

Juliana Braga

04 Janeiro 2019 | 21h19

Presidente Jair Bolsonaro. Foto: Dida Sampaio

O presidente Jair Bolsonaro iniciou, já na sua primeira semana de governo, o pente-fino que prometeu na publicidade governamental.

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência disparou um ofício nesta sexta-feira, 4, para as assessorias de imprensa dos ministérios. Nele, pede que preencham uma planilha com informações sobre os contratos de publicidade.

São solicitados, por exemplo, dados sobre o objeto específico das contratações, a empresa prestadora de serviço, a data de assinatura e a vigência do acerto, principais produtos entregues, além do valor e de quantas prorrogações ainda podem ser feitas.

O prazo dado é a próxima segunda-feira, 7, até o meio dia.

Também hoje, a Secom da Presidência divulgou em nota economia de R$ 1,4 milhão ao lançar a nova identidade visual do governo pelas redes sociais, em vez dos “canais tradicionais de TV”.

As medidas iniciam o cumprimento de uma promessa feita por Bolsonaro em dezembro. Pelo Twitter, afirmou que cortaria gastos publicitários. “Tomamos conhecimento de que a Caixa gastou cerca de R$ 2,5 bilhões em publicidade e patrocínio neste último ano. Um absurdo! Assim como já estamos fazendo em diversos setores, iremos rever todos esses contratos, bem como os do BNDES, Banco do Brasil, Secom e outros”, escreveu à época. (Juliana Braga)

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao