‘BNDES sente ventos do mercado financeiro’, diz presidente da Frente Parlamentar de Energia Renovável

‘BNDES sente ventos do mercado financeiro’, diz presidente da Frente Parlamentar de Energia Renovável

Alberto Bombig e Matheus Lara

15 de outubro de 2021 | 05h00

Presidente da Frente Parlamentar de Energia Renovável da Câmara, Danilo Forte (PSDB-CE) diz que o “BNDES está sentindo os ventos do mercado financeiro” ao se recusar a bancar a renovação do parque de usinas térmicas de carvão mineral no Brasil, como quer Jair Bolsonaro. “No mundo todo, o mercado sinaliza que não vai mais financiar projetos que não pensem com sustentabilidade.” A economia verde tem sido protagonista dos debates sobre o futuro das nações, como mostrou a Assembleia-Geral da ONU e a preparação da COP-26.

Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

Planos… Na mesma direção, o Ceará fechou acordo com mais quatro empresas para a implantação de projetos de hidrogênio verde no Estado. Governadores consultarão nos próximos dias suas Assembleias Legislativas para formalizar o consórcio Brasil Verde.

…em ação. Na Câmara, Forte apresentará projeto para regulamentar as eólicas offshore, que aproveitam ventos do alto-mar, no País. “O Brasil não pode retroagir, precisa apostar na energia limpa.”

Bastão passado. Luiz Felipe d’Avila vai anunciar hoje, 15, sua saída do CLP (Centro de Liderança Pública) para se dedicar a sua campanha presidencial pelo Novo. Será substituído por Tadeu Barros, que atualmente é diretor executivo. “Não poderia estar em melhores mãos”, diz d’Avila.

Sou você? Paulo Guedes repete mantra petista ao atribuir o momento ruim da economia brasileira ao cenário externo. Dilma Rousseff lançou mão do expediente para justificar a crise de 2015, causada, na verdade, por sua famigerada Nova Matriz Econômica.

SINAIS PARTICULARES. Paulo Guedes, ministro da Economia. Ilustração: Kleber Sales/Estadão

Mudança. Decreto da Prefeitura de São Paulo definiu que caminhões não poderão mais circular pela Marginal do Tietê após a conclusão das obras do trecho Norte do Rodoanel Mário Covas, paradas desde 2018.

Situação. O governo paulista lançou em maio a concessão do trecho de 44 km de extensão. Os investimentos previstos são da ordem de R$ 2,4 bilhões para um período de 30 anos.

Vale do Paraíba. Izaías Santana, prefeito de Jacareí e histórico do PSDB, declarou voto nas prévias em Eduardo Leite, que cresce na região liderada pelo ex-governador Geraldo Alckmin em São Paulo.

CLICK. Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, homenageou nas redes os 90 anos do Cristo Redentor, símbolo da cidade e do País: “Minha fé, minha bússola”.

Com… O Banco da Amazônia (Basa) diz que, ao contrário do publicado pela Coluna na quinta-feira, 14, a Amazoncred, “responsável por seu programa de microcrédito, o Amazônia Florescer Urbano e Rural, não é uma ONG, mas uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, certificada como Oscip”.

…a palavra. “Todos os procedimentos administrativos adotados pelo Basa ficam disponibilizados no Diário Oficial da União e no site do banco para acompanhamento pela sociedade e órgãos de controles”, diz nota da assessoria do Basa.

Para lembrar. Como mostrou a Coluna, enquanto o governo federal fazia um pente-fino, o Basa se antecipou e abriu licitação para substituir a gestora do programa de microcrédito da instituição, gerido pela Amazoncred, ligada ao PT.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG E MATHEUS LARA

PRONTO, FALEI!

Onyx Lorenzoni, ministro do Trabalho e Previdência

“Puxadinho do PT e da esquerda atacando quem produz. Seguem iguais, não aprenderam nada. Criminosos”, sobre invasão do MST à Aprosoja, em Brasília.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.