BC e AGU perderão status de ministro no governo Temer

-

Andreza Matais

09 de maio de 2016 | 11h40

O vice-presidente Michel Temer decidiu após reuniões no final de semana que os chefes do Banco Central e a Advocacia Geral da União (AGU) perderão o status de ministros no seu eventual governo. Aliados de Temer cobram dele uma redução de ministérios.