Até firma de design avaliou riscos para Funcef

Até firma de design avaliou riscos para Funcef

­Dois investigados já sinalizaram disposição para fazer delação premiada

Coluna do Estadão

07 de setembro de 2016 | 05h00

funcef

Foto: Divulgação

Um dos investimentos que mais chamaram a atenção dos investigadores da Operação Greenfield foi feito pela Funcef. O fundo de pensão dos funcionários da Caixa contratou uma firma de design de interiores para avaliar riscos e precificar os ativos de uma empresa.

A Quatro Consultoria, constituída como empresa de decoração, supervalorizou os números e a holding Multiner recebeu, com base neles, aporte do fundo.

A operação entra hoje no terceiro dia de depoimentos. Até agora, já obteve duas sinalizações de importantes alvos interessados em fazer acordos de delação premiada.

OUTRO LADO. A Funcef diz que possui rigorosos padrões éticos nos seus investimentos e na relação com os seus participantes e que está à disposição das autoridades para dar explicações.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Operação Greenfield

Tendências: