Apreendidos na Lava Jato, imóveis do ‘doleiro dos doleiros’ Dario Messer no Rio vão a leilão

Apreendidos na Lava Jato, imóveis do ‘doleiro dos doleiros’ Dario Messer no Rio vão a leilão

Matheus Lara

12 de novembro de 2021 | 05h00

Onze imóveis de Dario Messer, conhecido como o “doleiro dos doleiros”, apreendidos na operação Câmbio Desligo, desdobramento da Lava Jato, vão a leilão do Ministério da Justiça e da Segurança Pública na semana que vem.

Juntos, os imóveis localizados na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, são avaliados em cerca de R$ 17,8 milhões. Desde 2019, foram arrecadados R$ 254 milhões em leilões que envolvem bens da Lava Jato e também de outros crimes, como tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, por exemplo.

A realização de leilões virou a principal aposta do Ministério da Justiça para processos como as apreensões da operação. Em 2019, foram 11. Em 2020, o número saltou para 124 e em 2021 já está em 196. Entre os bens leiloados, além de imóveis, estão veículos, joias, obras de arte e garrafas de vinho.

Justiça do Rio homologou em agosto de 2020 a delação premiada de Dario Messer que prevê devolução de cerca de R$ 1 bilhão aos cofres públicos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.