Após rompimento, governo deixa Fábio Ramalho falando sozinho

Após rompimento, governo deixa Fábio Ramalho falando sozinho

.

Luiza Pollo

25 de fevereiro de 2017 | 06h00

Foto: André Dusek/Estadão

Foto: André Dusek/Estadão

O governo decidiu deixar o vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG), falando sozinho após receber recados de que ele perdeu apoio na bancada mineira do partido ao atacar Temer.

Chegou ao Palácio até mesmo a informação de que Fabinho é grosseiro com os funcionários mais simples.

O deputado Carlos Marun defendeu a saída de Fábio Ramalho do partido em mensagem no grupo de Whatsapp da bancada do PMDB.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Fábio Ramalho

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.