Após discurso crítico ao governo, Temer telefona para José Aníbal

Após discurso crítico ao governo, Temer telefona para José Aníbal

­Crise entre Aníbal e Aloysio Nunes, porém, ganhou mais um capítulo

Coluna do Estadão

06 de agosto de 2016 | 07h15

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

O presidente em exercício Michel Temer telefonou ontem ao senador José Aníbal (SP) para dizer que não ficou incomodado com suas críticas ao afrouxamento fiscal.

A crise, contudo, ganhou mais um capítulo. Aníbal rebateu o senador Aloysio Nunes, que disse tê-lo “alertado” de que o PSDB defendia a flexibilização. “Alertou? Que linguagem é essa? Respondi que não tenho compromisso com o erro.”

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Bateu levou

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.