Após boatos sobre troca de ministro da Saúde, Barros ganha apoio de empresários

Presidente do Lide diz que ministro "não pensa em interinidade"

Coluna do Estadão

08 de agosto de 2016 | 14h13

Foto: André Dusek/Estadão

Foto: André Dusek/Estadão

Depois de especulações sobre a possibilidade de ser substituído em um eventual governo definitivo de Michel Temer, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, ganhou apoio de empresários.

“O ministro não está pensando em interinidade. Está pensando em governar pelos próximos dois anos”, afirmou o presidente do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), Luiz Fernando Furlan, que foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior entre 2003 e 207, durante o governo Lula. (Mariana Diegas)

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.