Antes de ‘tchutchuca’, Guedes havia tentado restabelecer pontes com oposição

Antes de ‘tchutchuca’, Guedes havia tentado restabelecer pontes com oposição

Marianna Holanda

04 de abril de 2019 | 10h32

Paulo Guedes na CCJ. FOTO: ANDRE COELHO/ESTADÃO

Antes do episódio “tchutchuca”, que encerrou ontem a sessão da CCJ, o ministro da Economia, Paulo Guedes havia tentado restabelecer pontes mesmo com nomes da oposição.

Horas antes de Zeca Dirceu (PT), ele protagonizou uma discussão mais acalorada com o líder da oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ). O ministro explodiu quando deputados interromperam sua resposta ao pessebista, sobre a idade que domésticas poderiam se aposentar. “Por que vocês não botaram imposto sobre dividendos, porque deram dinheiro para a JBS?”, gritou.

No intervalo da sessão, o líder da oposição foi à mesa cumprimentar o presidente do colegiado, Filipe Francischini (PSL-PR) e Guedes. Já com a cabeça fria, o ministro chamou o parlamentar de “brilhante” e disse que gostaria de tê-lo ao seu lado na Previdência.

Molon agradeceu e disse que estariam juntos quando o governo apresentasse projeto que taxasse grandes fortunas. O ministro riu.