Andreza Matais: Interlocutores de Aécio o pressionam a não entregar comando do partido

Luiza Pollo

19 de outubro de 2017 | 19h08

Pressionado por uma ala do PSDB a deixar a presidência do partido, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que está licenciado, tem sido aconselhado a resistir. Seus interlocutores dizem que se ele não tomou essa atitude quando foi afastado do mandato e obrigado a ficar em casa à noite pelo Supremo, não teria sentido renunciar agora que foi salvo pelo Senado. E sugerem ao presidente interino do PSDB, Tasso Jereissati, que renuncie ao cargo se estiver incomodado. Tasso pediu ontem publicamente a saída de Aécio.

 

Tendências: