Andreza Matais: Eleição de 2018 entra no xadrez da reforma política

Luiza Pollo

16 Novembro 2017 | 19h26

O presidente Michel Temer vai considerar a eleição de 2018 na reforma ministerial. Os partidos que pressionam pelo troca-troca nos ministérios sabem que precisam estar unidos para tentar barrar as candidaturas de Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro. Qualquer racha mais profundo provocado pela reforma pode afetar essa unidade.

Mais conteúdo sobre:

reforma ministerialeleição 2018