Amigo de Mantega registrou mansão como bem de família

Andreza Matais

09 Junho 2018 | 13h21

Foto: Alex Silva/Estadão

 

Victor Sandri, que confessou em abril ter depositado US$ 1,3 milhão numa conta de Guido Mantega, registrou sua casa como bem de família, em 2016. A maioria dos juízes considera bens de família impenhoráveis. O imóvel está avaliado em R$ 13 milhões.

Em 2007, quando era ministro da Fazenda do governo Lula, Mantega foi feito refém por criminosos que assaltaram a chácara de Victor Sandri em Ibiúna. Mantega passava o carnaval na companhia do amigo. O petista nunca fala do episódio.