Alvo da Lava Jato, Waldir Maranhão só aparece na Câmara após fim de evento com procuradores

.

Daniel Carvalho

22 de junho de 2016 | 15h57

O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA) |Andressa Anholete/AFP

O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA) |Andressa Anholete/AFP

Homem de poucas palavras e alvo da Lava Jato, o presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), só chegou à Casa por volta das 15h desta quarta-feira, 22, depois do evento que reuniu procuradores que atuam na operação.

Bombardeado com perguntas de jornalistas, mas protegido por seguranças, Maranhão apenas balbuciou algumas palavras, como pode-se ver no vídeo abaixo:

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: