Alto índice de abstenções faz OAB defender pontos da reforma política

Alto índice de abstenções faz OAB defender pontos da reforma política

­­

Coluna do Estadão

01 de novembro de 2016 | 05h45

Foto: Dario Oliveira/Estadão Conteúdo

Foto: Dario Oliveira/Estadão Conteúdo

O alto índice de votos brancos e nulos na disputa municipal levou a OAB nacional a defender a aprovação com urgência de três pontos da reforma política: a criminalização do caixa dois, o fim das coligações proporcionais e a cláusula de barreira.

Nas 57 cidades onde houve segundo turno, 14,3% dos eleitores não votaram em nenhum candidato.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Limonada

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.