Além de treinamento nos EUA, policiais legislativos fizeram curso com instrutores da Abin

Além de treinamento nos EUA, policiais legislativos fizeram curso com instrutores da Abin

­

Coluna do Estadão

25 de outubro de 2016 | 06h15

Operação Métis. Foto: José Cruz/ Agência Brasil

Operação Métis. Foto: José Cruz/ Agência Brasil

Em depoimento à Polícia Federal, os policiais legislativos presos contaram que dois instrutores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) ministraram curso de contrainteligência para 15 servidores do Depol do Senado.

Mesmo após o curso da Abin, o Senado enviou os policiais Antonio Tavares e Geraldo Oliveira aos Estados Unidos para participar de outro preparatório. Dessa vez, oferecido pela empresa que vendeu os equipamentos de varredura de grampos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.