Além de treinamento nos EUA, policiais legislativos fizeram curso com instrutores da Abin

Além de treinamento nos EUA, policiais legislativos fizeram curso com instrutores da Abin

­

Coluna do Estadão

25 de outubro de 2016 | 06h15

Operação Métis. Foto: José Cruz/ Agência Brasil

Operação Métis. Foto: José Cruz/ Agência Brasil

Em depoimento à Polícia Federal, os policiais legislativos presos contaram que dois instrutores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) ministraram curso de contrainteligência para 15 servidores do Depol do Senado.

Mesmo após o curso da Abin, o Senado enviou os policiais Antonio Tavares e Geraldo Oliveira aos Estados Unidos para participar de outro preparatório. Dessa vez, oferecido pela empresa que vendeu os equipamentos de varredura de grampos.