Ala do PSDB pede por reformas internas profundas

Ala do PSDB pede por reformas internas profundas

Naira Trindade

09 Outubro 2018 | 17h44

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Um grupo de 250 militantes do #MudaPSDB de todo o País enviou à reunião da Executiva Nacional do partido, na tarde desta terça-feira, 9, em Brasília, um manifesto pedindo que a legenda passe por reformas interna profundas e que removam “o cordão de dependência que existe entre a ação partidária e o dinheiro público”. No manifesto, o #MudaPSDB apela para a mudança para não desaparecer. Eles pedem também o voto direto para a eleição do presidente nacional do partido e a obrigatoriedade das prévias para candidaturas em todos os níveis.

Leia a íntegra abaixo:

O PSDB perdeu a confiança dos brasileiros. Há um descolamento evidente entre povo e partido, fruto da incapacidade de mudar, da falta de humildade em ouvir e, sobretudo, da incompreensão de seus líderes em dar o exemplo. A autocrítica já foi feita por muitos, raras vezes ouvida. A humilhante derrota no pleito deste ano demonstra a urgência de reformas profundas. Mudamos ou desaparecemos.

Nascemos da necessidade de dar efetividade às promessas feitas ao povo na Constituição de 1988. Nos últimos anos, o país falhou no propósito de construir um modelo sólido de desenvolvimento, alinhado com o capitalismo global contemporâneo e, paralelamente, em tornar o Estado mais eficiente e subserviente aos interesses da população. Pecou por reproduzir uma tradição patrimonialista, de desigualdades e injustiças sociais marcantes, que se somam ao desemprego e desalento estrutural das pessoas mais humildes. Precisamos repensar as nossas práticas e analisar com cuidado em qual medida erramos como representantes do povo brasileiro.

Antes de se apresentar ao eleitorado, o Partido Social Democracia Brasileira precisa passar por reformas internas profundas, que reaproximem o filiado da direção partidária, democratizem as regras de convivência interna e removam o cordão de dependência que existe entre a ação partidária e o dinheiro público.

Somos um partido necessário ao Brasil. A Social Democracia Brasileira tem como objetivo claro a defesa incondicional do regime democrático, vê na moderação um instrumento de construção de soluções políticas e defende a necessária modernização do Estado brasileiro. É em nome dessa história, que legou ao país importantes avanços, e em nome da massa anônima de filiados, aguerrida, honesta, que insistimos.

Assim, propugnamos os seguintes pontos que devem guiar a reforma partidária:

1. Recadastramento geral dos filiados.

2. Voto direto para a eleição do presidente nacional do partido.

3. Obrigatoriedade das prévias para candidaturas em todos os níveis.

4. Eleição, pelo voto direito, de comissão para reelaboração do estatuto e de um programa partidário alinhado com a necessidade de modernização do Estado.

5. Suspensão automática da filiação de réus em processos criminais e expulsão automática dos condenados criminalmente em segunda instância.

6. Rejeição do fundo eleitoral e partidário.

Assinam este manifesto os 250 tucanos que integram o movimento #MudaPSDB