AGU faz estudo sobre ideologia de gênero

AGU faz estudo sobre ideologia de gênero

Coluna do Estadão

08 de setembro de 2019 | 06h00

O ministro da Advocacia-Geral da União, André Mendonça, “terrivelmente evangélico” na definição de Jair Bolsonaro, encomendou estudos internos para avaliar como o governo pode se posicionar de maneira mais incisiva contra a “ideologia de gênero nas escolas”. Na última manifestação ao STF, a AGU limitou-se a argumentar que legislar sobre o tema é uma competência federal. A ideia é ver se há espaço para ir além, com base no Plano Nacional de Educação, e defender que é dever do Estado “proteger” crianças e adolescentes nas salas de aula.

Cabo de guerra. A determinação vem no momento em que Jair Bolsonaro e João Doria travam uma batalha pelo protagonismo nesse tema. Semana passada, o governador de São Paulo mandou recolher apostilas que tratavam sobre identidade de gênero.

Tempo. A ideia de Mendonça é que as manifestações no STF preencham qualquer lacuna enquanto o ministro Abraham Weintraub não conclui um projeto de lei sobre o assunto para enviar ao Congresso.

SINAIS PARTICULARES. Jair Bolsonaro, presidente da República; por Kleber Sales

Inspiração…Segundo apurou a Coluna, o empurrão para a demissão de Paulo Fona da Secom partiu do filme biográfico de Edir Macedo: Nada a perder 2.

… cinematográfica. Com executivos da Record, Bolsonaro assistiu no Planalto ao filme que mostra Macedo traído por um assistente (entregou material comprometedor a inimigos do bispo).

Vixe. Antes de chegar ao Planalto, Fona havia trabalhado para políticos do PSB e do PSDB. A paranoia bateu no presidente e, cinco dias depois, ele dispensou o secretário de imprensa.

Cadê… Quando criticam a política ambiental do governo federal, os parlamentares da região Norte citam como exemplo do desinteresse de Bolsonaro pelo tema as superintendências do Ibama. Segundo eles, até hoje, a maioria delas permanece sem titulares.

… todo mundo? Das nove superintendências, cinco não foram preenchidas. A do Pará e do Amazonas, dois Estados muito prejudicados pelas queimadas, tiveram nomeação publicada na última quarta-feira.

Quem faz…
Augusto Aras está atento, mas aposta que a resistência no Ministério Público Federal ao seu nome é menor do que parece.

…barulho. Segundo interlocutores dele, a avaliação é de que a parcela que expressa a insatisfação é mais ruidosa e mais próxima da imprensa, mas não necessariamente mais numerosa.

Michelle Bolsonaro, o empresário Luciano Hang e Joice Hasselmann, em foto publicada no Instagram da deputada em que ela comenta a coincidência na escolha do figurino dela e da primeira-dama no desfile de 7 de Setembro. “Será que foi liquidação?”, escreveu.


Como…
Antes de ser indicado para a PGR pelo presidente, Augusto Aras assinou uma nota técnica recomendando que Jair Bolsonaro mantivesse a gratuidade da bagagem nos aviões.

…fica agora? A manobra havia sido incluída em uma medida provisória. Bolsonaro não acatou a recomendação de Aras e o veto ainda será reavaliado pelo Congresso. Na Anac, há expectativa sobre como ele irá se comportar nesse caso.

Recado. Expressiva parcela do público que acompanhou o desfile do 7 de Setembro na Esplanada não vestia nem verde-amarelo nem preto. Um parlamentar governista atento acha que o presidente Jair Bolsonaro deve ficar esperto: a maioria dos brasileiro está ficando cansada do Fla-Flu.


BOMBOU NAS REDES!
Francisco Razzo
Escritor e professor de filosofia
“Defender censura não tem nada a ver com conservadorismo, tem a ver com estupidez e tirania. A decisão do Crivella (prefeito do Rio) é indefensável.”

COM REPORTAGEM DE JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: