Agricultura produz série para melhorar imagem do País no exterior

Agricultura produz série para melhorar imagem do País no exterior

Coluna do Estadão

12 de julho de 2020 | 03h00

Diante da desmoralização do País no exterior por causa do meio ambiente, Tereza Cristina criou série para tentar melhorar a imagem do agronegócio e afastá-lo da tragédia. O primeiro vídeo, de dois minutos e meio, em inglês, localiza no mapa a origem do suco de laranja, do açúcar, da carne, da soja e do café do Brasil: “Produzidos em harmonia com as florestas, áreas de preservação e importantes biomas, como a Amazônia”, diz o locutor. A peça termina com o slogan: “Agronegócio brasileiro, alimentando o mundo, respeitando o planeta”.

Next. O material será disparado em redes digitais para investidores. O próximo vídeo será sobre regularização fundiária, uma das preocupações que os estrangeiros colocaram em encontro com Hamilton Mourão. No exterior, Jair Bolsonaro já vem sendo chamado de presidente “mãos de motosserra”.

SINAIS PARTICULARES
Jair Bolsonaro, presidente da República

Marcação… A China está tão em cima do Brasil que técnicos da Agricultura montaram um grupo no WeChat (o WhatsApp deles) com técnicos chineses do setor.

…sob pressão. O grupo funciona mais ou menos assim: a imprensa publica, os chineses pedem explicações.

Vai que… Atravessando o momento mais tenso de sua gestão até agora, o procurador-geral da República, Augusto Aras, sinalizou aos membros do Ministério Público da União que pode antecipar um benefício normalmente pago no final de cada ano, a licença-prêmio.

…cola. O edital para interessados se inscreverem, que costuma acontecer no final do ano, foi encerrado no último dia 3. O pagamento não sai agora, segundo a PGR informou, por causa de “entraves burocráticos do Ministério da Economia”, que ainda não garantiu os recursos.

Taokey 1. O gesto foi interpretado muito claramente por procuradores como uma forma de Aras apaziguar os ânimos entre os colegas.

Taokey 2. Em outra frente, o procurador-geral da República também tem dito querer regulamentar o auxílio-moradia para subprocuradores, pendente desde a gestão de Raquel Dodge. No Conselho Superior do MPF, arena na qual ele perdeu eleição muito recentemente, todos são subprocuradores.

Deu… Ficou feio para o Ministério Público Federal a decisão da Justiça proibindo o acesso ao material apreendido ilegalmente na casa do empresário José Amaro Pinto Ramos. Uma invertida e tanto.

…ruim. A pedido da defesa, o juiz Diego Paes Moreira revogou o mandado de apreensão de obras de arte da casa do empresário (mandou devolver 33 quadros apreendidos) e determinou também que o MPF e a PF se abstenham de analisar outros materiais recolhidos até que haja nova deliberação.

..na pescaria. A PF não teve acesso à decisão judicial e a Lava Jato, segundo o advogado que acompanhou a diligência, queria fazer uma busca genérica.

CLICK. O PSB lançará nesta semana ação de comunicação, baseada em personalidades mundiais, contra a polarização política do País, em defesa da democracia e de valores humanitários.

Fonte… Crítico ácido e bem embasado das ações da gestão Bruno Covas no Vale do Anhangabaú, Andrea Matarazzo recebeu ligação de Vitor Aly, secretário de Obras da capital paulista. “Foi muito constrangedor e irritante”, diz o pré-candidato a prefeito.

…da discórdia. Os custos totais da controversa intervenção urbana já chegam a quase R$ 94 milhões. “Ele (Aly) argumentar que, como ex-secretário, eu devia parar de criticar o projeto. Jamais farei isso. Esse dinheiro tinha de ter sido colocado na urbanização de favelas”, diz Matarazzo (PSD).

BOMBOU NAS REDES

Paulo Hartung, ex-governador do Espírito Santo
“As mais altas autoridades do País terminaram a semana conscientes de que precisam agir com urgência para debelar o desmatamento e as queimadas.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E
MARIANNA HOLANDA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: