Adversários de Cunha querem parar Câmara até Casa votar sua cassação

Adversários de Cunha querem parar Câmara até Casa votar sua cassação

.

Coluna do Estadão

18 Agosto 2016 | 07h15

Foto: André Dusek/Estadão

Foto: André Dusek/Estadão

Adversários do deputado afastado Eduardo Cunha vão obstruir as votações previstas para a próxima semana. Não querem que a Câmara dos Deputados vote nada antes da cassação do ex-presidente da Casa.

Se a obstrução funcionar, o governo fica em apuros. A lista de MPs que caducam até a votação da cassação inclui a reforma ministerial feita por Temer quando assumiu interinamente, a prorrogação do prazo de dispensa de revalidação do diploma dos integrantes do Mais Médicos e crédito extraordinário de R$ 180 milhões para o Ministério do Esporte.

O governo diz que ainda não trabalha com plano B. O Planalto está apelando a líderes partidários para que haja quórum na Câmara para votação na semana que vem, quando o Senado começa a reta final do impeachment.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

É guerra