Acordo entre MPF e família Batista é considerado divisor de águas para casos criminais

Acordo entre MPF e família Batista é considerado divisor de águas para casos criminais

­­

Coluna do Estadão

15 de setembro de 2016 | 07h15

mpf-sp-foto-mpf

Advogados e juízes ficaram surpresos com o acordo feito entre o MPF e a J&F. Consideram um divisor de águas o estabelecimento de garantia financeira que, em caso de condenação, torna certo o ressarcimento dos valores. A J&F pertence aos irmãos Wesley e Joesley Batista.

Se der certo, dizem que pode virar uma opção à prisão preventiva nos processos criminais, por não interferir no dia-a-dia operacional das empresas suspeitas.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Novidade jurídica

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.