Tabata acusa gestão de Ricardo Nunes de zerar artificialmente filas para creches

Tabata acusa gestão de Ricardo Nunes de zerar artificialmente filas para creches

Coluna do Estadão

21 de junho de 2022 | 05h00

Tabata Amaral (PSB-SP) acusa a gestão do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), de zerar artificialmente filas das creches retirando da conta crianças ainda sem atendimento. Em denúncia ao Ministério Público, a parlamentar afirma que uma servidora ordenou “limpeza das listas”, tratando alunos não encontrados como desistentes.

Deputada Tabata Amaral. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

LAVOU. A Secretaria de Educação do município confirmou o caso e disse que a subprefeitura Capela do Socorro, onde o incidente ocorreu, “foi reorientada quanto à busca ativa de alunos que deixaram de frequentar as unidades escolares”.

LONGE. Tabata apresentou também relatos de mães cujos filhos não têm frequentado a creche por terem sido alocados longe de casa. A secretaria informa que a matrícula é cancelada após 15 dias de faltas consecutivas, sem justificativa.

Sinais Particulares, por Kleber Sales. Tabata Amaral, deputada federal (PSB-SP)

Tudo o que sabemos sobre:

Tabata Amaral; Ricardo Nunes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.