Receitas de privatizações de São Paulo não serão gastas com custeio

Receitas de privatizações de São Paulo não serão gastas com custeio

Luiza Pollo

10 de abril de 2017 | 06h35

Wilson Poit

O secretário Wilson Poit com o prefeito João Doria

Todos os recursos que forem obtidos com privatizações e concessões em São Paulo serão usados obrigatoriamente com Educação, Saúde e Habitação, em vez de bancar custeio.

Segundo o secretário de Desestatização da Prefeitura, Wilson Poit, a medida foi incluída no projeto de privatizações que será discutido na Câmara Municipal e poderá ser dividido em dois textos para facilitar a sua votação entre os vereadores paulistanos.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.