Haddad se reune com missão da OEA que observa eleições no Brasil

Victoria Abel

25 de outubro de 2018 | 15h46

O candidato à Presidência pelo PT Fernando Haddad se reuniu na manhã desta quinta-feira, 25, para apresentar denúncias de fake news e violência política a membros da OEA que observam as eleições brasileiras.

Segunda a chefe da missão e ex-presidente da Costa Rica, Laura Chinchilla, esse fenômeno de fake news por WhatsApp é provavelmente inédito no mundo quando se trata de eleições.

Durante coletiva, Haddad mencionou uma ligação que fez a Carlos Lupi, presidente do PDT. Veja o vídeo:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: