‘A gente bate sobre a mesa, ele bate nas alcovas’, diz Wagner após pedido de inegibilidade

Victoria Abel

18 de outubro de 2018 | 20h53

O Partido dos Trabalhadores entrou com um pedido de investigação e inegibilidade contra Jair Bolsonaro no TSE na tarde desta quinta-feira, 18. O coordenador de campanha e senador eleito pela Bahia Jaques Wagner comentou o assunto com jornalistas.

Questionado acerca de acusações de caixa 2 contra o PT em outras eleições e sobre o partido também ter utilizado marketing negativo em campanhas anteriores, o ex-governador disse que as situações são bem diferentes. Veja o vídeo:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.