Entrei na feira da fruta…

Gilberto Amendola

23 de agosto de 2012 | 14h45

Uns preferem o humor inglês; outros, o judaico. Mas candidato em campanha gosta mesmo é do humor da feira.

Fui panfletar em uma famosa feira livre da cidade. Lá, senti que a minha campanha tem apelo popular e está no rumo certo. Eis aqui os melhores momentos deste “frutado” corpo a corpo:

*

– Candidato banana!

– Eu?

– Candidato, banana?

– Ah, não, obrigado.

*

– Candidato, o senhor veio buscar uma bola?

– …

– Todo político gosta!

– Eu não sou desses.

– Jura? Não gosta de carambola? Na minha mão, são três por cinco.

(bola = propina)

*

– Não, obrigado, não preciso de candidato. Já trabalho com abacaxi, meu filho. Tenho muitos…

*

– Eu gosto quando político leva do meu tomate, candidato…

*

Amanhã: Candidato Acidental conta como escolheu e se filiou ao partido.

 

Tudo o que sabemos sobre:

campanhaCandidato Acidentalfeira

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.