Vivo é condenada por vender e não entregar modem

Marcelo Moreira

06 de janeiro de 2010 | 21h32

Um consumidor de Caxias do Sul, que adquiriu modem por meio de loja virtual da Vivo e não o recebeu, será indenizado em R$ 2 mil por por danos morais. O produto não estava disponível em estoque, apesar de terem sido descontadas quatro parcelas de sua conta. A decisão é do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.