Venda de computador usado como se fosse novo rende indenização

Marcelo Moreira

08 de novembro de 2011 | 16h11

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou a Cebrac Informática a devolver a um consumidor o dinheiro que ele pagou por um notebook. Em 2005, o rapaz comprou o produto novo por R$ 3,6 mil, mas recebeu um usado em seu lugar. O aparelho foi trocado três vezes, mas o consumidor sempre recebia um produto com defeito. Quando entrou na Justiça, foi constatado que o notebook vendido para o rapaz estava mesmo sendo utilizado, por aproximadamente um ano, pela Cebrac. A decisão da câmara foi unânime.

Tudo o que sabemos sobre:

indneização

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.