Unimed é condenada por negar realização de exames

Marcelo Moreira

22 de abril de 2009 | 19h44

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou a Unimed a pagar R$ 30 mil a uma família por negativa de autorização para um exame em instituição hospitalar habilitado a receber pacientes obesos.

Por causa da negativa, a família havia vendido o imóvel onde morava – para custear o tratamento da filha.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.