Tratamento negado rende indenização

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou que a Unimed (Cooperativa de Trabalho Médico) cubra as sessões de quimioterapia de um beneficiário que ajuizou a ação após ter sido submetido a cirurgia para retirada de um nódulo no crânio e, ao necessitar do tratamento emergencial, teve o pedido negado

Marcelo Moreira

14 de agosto de 2010 | 12h37

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou que a Unimed (Cooperativa de Trabalho Médico) cubra as sessões de quimioterapia de um beneficiário que ajuizou a ação após ter sido submetido a cirurgia para retirada de um nódulo no crânio e, ao necessitar do tratamento emergencial, teve o pedido negado.

Tudo o que sabemos sobre:

indenizaçãoquimioterapiaUnimed

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.