Telefônica não cobrará taxa para cancelar Speedy

Marcelo Moreira

03 de julho de 2009 | 17h05

SOLANGE SPIGLIATTI – ESTADÃO.COM.BR

A Telefônica aceitou nesta sexta-feira, 3, a recomendação do Ministério Público Federal para a empresa não cobrar taxa de rescisão dos usuários nos cancelamentos de contratos do serviço de internet, o Speedy, nos próximos 90 dias, de acordo com o MPF.

A resposta veio um dia depois de o MPF enviar recomendação à operadora. A empresa de telefonia enviou ofício nesta sexta-feira ao MPF informando que não cobrará a taxa de rescisão pelo cancelamento do contrato do serviço de banda larga nos próximos 90 dias.

Segundo a operadora, “por questões de operacionalização e transmissão da correta informação a todos os centros de atendimento ao usuário (call centers)” a medida será implementada a partir da próxima segunda-feira, 6, segundo o MPF.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.