Taxas de juros de cartões de loja podem chegar a 621%

Marcelo Moreira

06 de abril de 2012 | 07h19

A Pro Teste divulgou ontem um estudo sobre os juros cobrados pelos cartões personalizados de algumas lojas. A taxa de juros anual observada, no caso de cartões de supermercados, pode chegar a até 621,38%, e nos de postos de combustível, a 548%.

Além dos juros abusivos, as lojas divulgavam vantagens distorcidas ao consumidor. A taxa de anuidade, grátis na maioria dos cartões, é repassada a outras cobranças de manutenção e induz o consumidor a acreditar que pagará mais barato.

Dados importantes sobre o cartão da loja, como a existência de tarifa para a emissão da fatura e/ou do cartão, são omitidos tanto na propaganda, quanto na contratação.

A instituição comparou cartões dos postos de combustível Ale, Ipiranga, Petrobrás e Shell, além de oito redes de supermercado.

Tudo o que sabemos sobre:

Pro Teste

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.