TAM é condenada por vender passagens pela internet sem emitir bilhetes

Marcelo Moreira

24 de agosto de 2009 | 22h11

A TAM Linhas Aéreas teve seu recurso negado pela 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) e terá que indenizar um consumidor, por danos morais, em R$ 4.150. A condenação é por ter vendido passagens pela internet sem a emissão dos bilhetes aéreos, obrigando o cliente a comprar outras passagens.

Tendências: