Supermercado é condenado por constrangimento a cliente

Marcelo Moreira

08 de abril de 2009 | 19h07

A 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou o Wal-Mart a pagar uma indenização de R$ 2,5 mil a um cliente por acionamento indevido do dispositivo sonoro de segurança da loja quando o consumidor saía do local. Para os juízes, a falha do estabelecimento gerou uma situação humilhante ao cliente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.