Supermercado é condenado por cliente ter escorregado em piso escorregadio

Marcelo Moreira

11 de setembro de 2009 | 22h14

O Wal-Mart foi condenado a pagar indenização de R$ 20 mil por danos morais a um cliente que caiu no interior do estabelecimento. A decisão é do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O consumidor, que fraturou o tornozelo, afirma que o chão estava escorregadio em razão de uma substância líquida derramada no piso.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.