Só o executivo de Singapura conseguiu resolver o problema…

Marcelo Moreira

19 de maio de 2012 | 08h01

A insanidade no caso narrado pela leitora Lilian de Matos, de São Paulo, é inaceitável sob todos os aspectos. Somente um funcionário da Electrolux em Singapura conseguiu resolver a questão…

“Comprei um refrigerador Electrolux em novembro do ano passado e com quatro meses de uso ele apresentou defeito na placa e parou de funcionar. Em visita técnica, fui informada de que a peça deveria ser substituída, mas a Electrolux não a possuía. O técnico solicitou a referida peça e informou que o tempo de espera era de cinco a sete dias, o que é absurdo, pois uma geladeira exige solução rápida. Já abri quatro chamados na Electrolux e ninguém resolve o problema. Já se passaram semanas e eu perdi tudo o que estava dentro dela. Eu e minha família estamos arcando com custos altíssimos de alimentação em restaurantes. Quero a substituição do meu refrigerador defeituoso e reparação por todo o transtorno que fui obrigada a passar por conta dessa empresa.”

RESPOSTA DA ELECTROLUX: A Electrolux informa que, no dia 19 de abril, contatou a sra. Lilian de Matos e prestou os devidos esclarecimentos sobre o seu atendimento, o qual acompanhará até que a situação seja resolvida. 

COMENTÁRIO DA REDAÇÃO: A leitora informa que conseguiu resolver o problema mediante contato com o vice-presidente da linha de produção de Singapura, pois a consumidora não conseguia encontrar os contatos necessários no Brasil. A consumidora solicitou a devolução do valor pago, pois não tinha mais interesse em adquirir o produto da Electrolux. O problema foi solucionado.

Tudo o que sabemos sobre:

Electrolux

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.