Sites omitem endereços e telefones

Marcelo Moreira

09 de fevereiro de 2012 | 07h13

Carolina Marcelino

Os sites de compras coletivas ganham espaço, mas as reclamações crescem na mesma proporção. Para piorar, as empresas oferecem poucos canais de atendimento, omitindo até o endereço físico para não correr o risco de serem perturbadas e localizadas pelos clientes.

Segundo a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, foram 16 milhões de vendas coletivas, em 2011. O Procon-SP registrou quase 900 queixas no mesmo período – as mais comuns são atraso da entrega, produtos defeituosos e cobranças indevidas.

A relações públicas Graciela Binaghi, de 59 anos, comprou um kit modelador para o corpo no site do Clube do Desconto por R$ 89,90. Como os produtos vieram no tamanho errado, a consumidora tentou entrar em contato com a empresa na tentativa de fazer a troca, mas em vão. “Mando e-mails, mas ninguém me responde. Quero enviar a mercadoria para a troca, mas não há endereço físico do Clube do Desconto no site.”

De acordo com o presidente da Associação Brasileira do Consumidor (ABC), Marcelo Segredo, isso é gravíssimo, pois a orientação é que o consumidor sempre tente um acordo com a empresa antes de recorrer a ao Procon ou a Justiça. Para Segredo, enviar a reclamação por correio com Aviso de Recebimento (AR) é um dos métodos mais eficientes.

“Na carta com AR, a empresa é obrigada a assinar um documento, ou seja, caso o problema chegue na Justiça, não há como ela alegar que não foi notificada. Por isso, é importante que o consumidor coloque data de envio da carta no documento.”

A advogada especialista em direito digital Sandra Tomazi recomenda que o consumidor tenha atenção na hora da compra. “Não entre e compre somente. Fique atento a detalhes como os tipos de canais de atendimento que o site oferece.”

Em resposta ao Jornal da Tarde, o Groupon informou que oferece um canal telefônico e um formulário online para os internautas registrarem suas reclamações. O Clube do Desconto também confirmou que possui apenas um canal online para atender os clientes. Os sites de compras coletivas, Somente Hoje e Kadz, não responderam à reportagem.

Orientações

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico lançou nesta semana, uma cartilha com dicas para realizar compras em sites de compras coletivas. Para ter acesso a cartilha entre no endereço- http://www.camara-e.net/Compras-Coletivas/cartilha/.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.