Serasa: cheques sem fundos batem recorde em maio

Marcelo Moreira

18 de junho de 2009 | 17h44

DA AGÊNCIA ESTADO

O número de cheques sem fundos bateu recorde histórico em maio no País, mas continua no terceiro lugar na lista de inadimplência dos consumidores, depois das dívidas com cartões de crédito e empresas de financiamento e das pendências com os bancos.

O Indicador Serasa Experian de Cheques sem Fundos assinalou 25,2 devoluções de cheques a cada mil compensações, a maior quantidade registrada desde 1991. No total, foram devolvidos 2,49 milhões de ordens de pagamento e compensadas 98,74 milhões no mês.

Para os técnicos da Serasa Experian, empresa de serviços de informação, marketing e gerenciamento de crédito, este recorde é reflexo dos resultados da crise, como alta do desemprego e um maior uso do cheque pré-datado para contrabalançar os ajustes na oferta de crédito.

Mas os analistas afirmam que a expectativa de retomada da economia no segundo semestre deverá tornar menor a inadimplência nos cheques nos próximos meses.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.