Rolo com menos papel higiênico

crespoangela

24 de julho de 2007 | 19h25

O papel higiênico é o líder de irregularidades entre itens de higiene fiscalizados pelo Instituto de Pesos e Medidas de São Paulo (Ipem-SP). O principal problema encontrado no produto foi o erro de metragem, ou seja, a embalagem indica uma metragem e o produto apresenta quantidade inferior.
Foram verificados também creme dental, sabonetes em barra ou líquido, xampu, condicionador, desodorante, creme corporal e para mãos.

Segundo levantamento do órgão feito em 23/7, a cidade com maior número de irregularidades é Ribeirão Preto.Cada lote de produtos examinados tem um número de amostras que varia entre cinco a 32 unidades. Os produtos foram coletados nos pontos de venda e analisados nos sete laboratórios do Estado: São Paulo, Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José dos Campos e São José do Rio Preto.

A fiscalização do Ipem-SP utiliza regulamentos técnicos para verificar a
correspondência entre a quantidade declarada e quantidade real dos produtos. Dúvidas, sugestões, reclamações ou denúncias podem ser feitas pelo telefone da ouvidoria: 0800-013-0522, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17horas, ou por meio do e-mail ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.br. No site www.ipem.sp.gov.br, há informações sobre toda a legislação metrológica e da qualidade vigentes no País, estatísticas de fiscalização, orientações ao cidadão e empresários.

Fonte: Ipem-SP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.