Recusa de cobertura de cirurgia rende indenização

Marcelo Moreira

29 de novembro de 2011 | 16h23

A Unimed Fortaleza foi condenada a indenizar em R$ 5 mil uma consumidora que teve o nome negativado indevidamente. A decisão foi da 7ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE). Como o plano de saúde demorava a autorizar uma cirurgia de emergência de um primo (que sofreu acidente de trânsito), a consumidora emitiu cheque caução para o Hospital da Unimed fazer o procedimento imediatamente. Após o falecimento do primo, a vítima procurou a Unimed, que se recusou a cobrir a cirurgia.

Tudo o que sabemos sobre:

indenizaçãoUnimed

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.