Quitação: Instituições dizem cumprir normas no atendimento

Os cinco bancos averiguados pelo Idec enviaram notas em resposta ao JT. O Santander declara que “no processo de liquidação antecipada, o cliente recebe extrato com a evolução da dívida e, caso tenha dúvidas, pode tirá-las com o gerente”

Marcelo Moreira

27 de agosto de 2012 | 16h19

José Gabriel Navarro

Os cinco bancos averiguados pelo Idec enviaram notas em resposta ao JT. O Santander declara que “no processo de liquidação antecipada, o cliente recebe extrato com a evolução da dívida e, caso tenha dúvidas, pode tirá-las com o gerente”. Diz ainda que esse extrato serve de comprovante “e, por isso, o termo de quitação não é necessário”.

O Bradesco se posiciona da mesma forma, ao dizer que “no extrato da conta corrente do cliente, o valor da liquidação do empréstimo e o próprio extrato servem de prova de quitação e extinção da dívida”. O Banco do Brasil, único que “apenas” deixou de fornecer o termo de quitação, diz que o documento “deve ser entregue ao cliente independentemente da sua solicitação, e que o caso mostrado na pesquisa do Idec tratou-se de evento excepcional”.

O HSBC admite que “uma informação incorreta pode ocorrer em função de falha pontual” e que “o caso em questão será avaliado para aprimorar o atendimento”. Já o Itaú-Unibanco afirma que “a liquidação antecipada de crédito só é feita mediante o demonstrativo de pagamento” e solicita ao Idec detalhes da pesquisa que indicam que tal procedimento não foi cumprido.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.