Quatro meses para tentar receber uma compra

Quatro meses para ser ressarcido ou para ter a sua entrega realizada. Essa situação inaceitável e inclassificável aconteceu com o leitor do JT Eládio Gonzalez, que teve a infeliz ideia de fazer uma compra grande na Telhanorte

Marcelo Moreira

22 de setembro de 2010 | 13h25

Marcelo Moreira

Quatro meses para ser ressarcido ou para ter a sua entrega realizada. Essa situação inaceitável e inclassificável aconteceu com o leitor do JT Eládio Gonzalez, que teve a infeliz ideia de fazer uma compra grande na Telhanorte. O desrespeito foi tamanho que a empresa nem se deu ao trabalho de pedir desculpas ao cliente na resposta ao jornal e ao blog Advogado de Defesa. Leia o relato de González:

“Fiz uma compra na Telhanorte, mas como eles não cumpriram a data de entrega, eu solicitei o cancelamento do pedido. Porém, a empresa se recusa a me reembolsar, pois segundo eles consta no sistema que os meus produtos foram entregues. Mas para quem?”

RESPOSTA DA TELHANORTE: A Telhanorte informa que o sr. Eladio acionou o órgão de defesa do consumidor e que o departamento responsável por esse tipo de ocorrência está tratando o caso de acordo com a notificação recebida.

COMENTÁRIO DA REDAÇÃO: O problema está sendo solucionado após quatro meses de reclamação. A empresa se comprometeu a realizar a entrega.

COMENTÁRIO DO ADVOGADO DE DEFESA: É bom que se leia com atenção esta reclamação para saber o que pode aguardar o consumidor que, após ser desrespeitado pela Telhanorte, decida legitimamente cancelar o negócio. São mais de quatro meses de espera para obter a devolução do dinheiro pago, o que revela desinteresse e péssimo relacionamento dessa empresa com o cliente, que um dia escolheu a Telhanorte para gastar o seu suado dinheiro. A esta altura o dinheiro deve ser devolvido com juros e correção monetária. E mais: o valor a ser devolvido deve corresponder ao valor do produto cuja compra foi cancelada.

Tudo o que sabemos sobre:

entregaressarcimentoTelhanorte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: