Quando o plano de saúde 'causa' lesão física ao cliente

Marcelo Moreira

12 de abril de 2010 | 19h36

 Demora para marcar uma cirurgia, burocaria atrás de burocracia, secretárias insensíveis e médicos no mínimo irresponsáveis, resultando em lesão permanente no paciente. Será que é necessário acrescentar algum comentário ao calvário da mãe da leitora do JT Neusa Ramos, de São Paulo? Que todos os envolvidos sejam processados e punidos exemplarmente.

“Minha  mãe, Maria da Conceição Pereira Ramos, que tem 63 anos, é conveniada do Plano de Saúde Prevent Senior.
Em outubro do ano passado, ela sofreu uma queda, rompeu dois tendões de um dos braços e, desde então, não consegue movê-lo. Constatou-se a necessidade de cirurgia com um especialista em braço e ombro, porém, todas as datas marcadas foram canceladas.

Primeiro, a cirurgia seria realizada em dezembro. Acontece que o médico se desligou do convênio. O novo especialista que indicaram, marcou e, sequencialmente, desmarcou a cirurgia para os dias 8 de fevereiro, 15 de fevereiro e 1º de março. A secretária do cirurgião diz que a data de cirurgia é somente uma previsão. Gostaria de saber se o convênio pode passar o problema de remarcações para o médico.

No Procon, fui orientada que precisávamos de um laudo de médico do convênio explicitando a necessidade de cirurgia para entrar com um processo. Só que os médicos do convênio não dão um laudo ou algo com valor semelhante para minha mãe”

RESPOSTA DA PREVENT SENIOR: Em contato com a senhora Neusa, esclarecemos que não temos acesso à agenda médica da rede credenciada e nem autonomia de intervir na agenda dos prestadores de serviço. Neste caso, em exceção, contatamos a Clinica Baldy & Baldy, e agendamos consulta com um especialista de ombro. Esclarecemos ainda que, após a consulta, a beneficiária deverá passar por uma avaliação médica para o agendamento da cirurgia necessária.

COMENTÁRIO DA REDAÇÃO: O problema não foi solucionado. Por mais que o convênio tenha autorizado a cirurgia, que foi feita, a demora de seis meses condenou o braço da cliente, que ficará com a lesão permanente por causa da demora.

Tudo o que sabemos sobre:

planos de saúdePrevent Senior

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.