Promoção da Dicico termina na delegacia

Marcelo Moreira

22 de dezembro de 2008 | 17h30

MARCELO MOREIRA – JORNAL DA TARDE

O sorteio de prêmios em uma loja da rede Dicico, de materiais de construção, terminou em uma delegacia de polícia ontem. Pelo menos 15 pessoas registraram queixa e boletim de ocorrência no 17º Distrito Policial, no Ipiranga (zona sul) contra a antecipação do horário do sorteio, colocando suspeitas sobre a promoção.

A loja marcou para as 10h de ontem, na unidade da Rua dos Patriotas, no Ipiranga, o sorteio de 20 automóveis Palio e 2 mil aparelhos de DVD. Durante todo o ano, os clientes ganhavam um cupom a cada R$ 100 gastos na rede para participar da promoção.

Os problemas começaram quando vários consumidores apareceram na unidade do Ipiranga apenas para acompanhar o sorteio. “Cheguei às 9h45 e, para meu espanto, já haviam sorteado todos os carros e muitos dos DVDs. O cupom da promoção era claro: o sorteio tinha de começar às 10h. Claro que muita gente colocou a promoção em suspeição”, diz o consultor imobiliário Luiz Carlos Moreno.

Alguns consumidores foram questionar o gerente da loja sobre os procedimentos, mas, segundo Moreno, nada foi esclarecido. “Ele ainda chamou a polícia, temendo tumulto, que não houve.”

Um carro da Polícia Militar esteve no local apenas para averiguação. Uma pessoa do marketing da Dicico, que estava no local, reconheceu erros no procedimento e disse que haveria novos sorteios, mas nada Aconteceu. “Teve gente que veio de muito longe somente para acompanhar o evento”, disse a cliente Marlene de Oliveira. Indignado, Moreno e mais 15 pessoas fizeram queixa no 17º DP, e prometem entrar na Justiça pedindo a impugnação da promoção.

A Dicico, por meio de nota, disse “garantir a lisura do sorteio, que teve início na presença de consumidores e com acompanhamento de auditoria independente”. A empresa informa que colocará em seu site (www.dicico.com.br)comunicado com fotos do sorteio e nomes dos contemplados com os carros e DVDs.