Promessa de financiamento não cumprida rende indenização

Marcelo Moreira

18 de dezembro de 2009 | 22h57

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) manteve sentença de primeira instância que condenara o Banco do Brasil ao pagamento de R$ 158,4 mil, a título de indenização por danos morais e materiais, causados a um correntista em razão da promessa não cumprida de financiamento feita pelo gerente de uma agência do município de Araputanga (345 km a oeste de Cuiabá). Os magistrados não acolheram a apelação cível do banco sob alegação de ausência de documentos que comprovassem as acusações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.