Procon encontra irregularidades em padarias

Marcelo Moreira

19 de agosto de 2009 | 18h35

SAULO LUZ – JORNAL DA TARDE

A Fundação Procon-SP fiscalizou 42 padarias da Capital entre os dias 10 e 14 de agosto e encontrou irregularidades e desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor em 29 (69% do total).

Ao todo, foram constatadas 75 irregularidades, e alguns estabelecimentos apresentaram mais de um problema. Os fornecedores irão responder processo administrativo e podem ser multados. “Encontramos um número altíssimo de irregularidades nas padarias. Não tem como negar”, diz o assistente de direção do Procon-SP, Carlos Alberto Nahas.

As principais irregularidades foram a falta ou inadequação da informação sobre o preço de produtos expostos à venda – com 15 infrações (20%) – e a falta de informação sobre a validade do produto – 14 infrações (19%).

Outras irregularidades foram produtos com validade vencida, ausência de informação sobre composição e presença de glúten, falda de identificação de fabricante e importador do produto, falta de informação do preço do quilo do pão francês e cobrança de multa por perda de comanda.

“O preço do quilo do pão francês deve estar afixado em local visível ao consumidor. Além do preço,a data de validade, o peso e os ingredientes de todos os produtos de fabricação própria devem obrigatoriamente ser informados na etiqueta”, explica Nahas.

Produtos industrializados devem informar a composição, presença de glúten, origem, data de validade, conteúdo líquido, lote, informação nutricional e número do SIF (Serviço de Inspeção Federal), se for de origem animal.

Para dúvidas, reclamações ou denúncias, o consumidor pode procurar os postos de atendimento pessoal da Fundação Procon-SP dentro do Poupatempo Sé, Poupatempo Santo Amaro e Poupatempo Itaquera.

Outra alternativa é enviar por fax ao telefone 3824-0717. Além disso, você pode ver se a padaria ou supermercado do seu bairro possui reclamação no Procon-SP consultando o site www.procon.sp.gov.br.

Tendências: