Procon autua 103 lojas de construção

Marcelo Moreira

09 Maio 2012 | 16h45

 Durante uma operação de rotina, o Procon-SP fiscalizou e autuou 64% das lojas de material de construção que foram visitadas em todo parte do Estado. Ao todo, foram fiscalizadas 160 lojas e em 103, os técnicos encontraram irregularidades.

As principais infrações encontradas foram falta de informação de preço nas embalagens ou nas gôndolas e produtos com validade vencida. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), essas práticas são abusivas e desrespeitam o cliente.

As empresas responderão a processo administrativo baseado no CDC e ainda poderão receber multas de R$ 400 a R$ 6 milhões. A operação do Procon ocorreu entre os dias 23 e 27 de abril na capital e em diversos municípios, como Praia Grande, Sorocaba, Votorantim e Piracicaba.

Mais conteúdo sobre:

construçãoProcon